"You are so used to your features, you don’t know how beautiful you look to a stranger."
- (via freckkles)

(Fonte: thebrownskingirl, via golddiggerr)

ostracizedpoodle:

I don’t need alcohol to make bad decisions

(via bbygvl)

"1º
Fui ao médico para ter a certeza de que estava tudo bem comigo, quando lá cheguei descobri a coisa que fez com que a minha vida dê se uma volta de 180º …
Soube que estava gravida, a médica fez-me uma ecografia e fiquei a saber que estava gravida de 16 semanas , quando ela me disse só me lembro das lágrimas a escorrer pelo meu rosto, a médica não estava a perceber o pq de eu estar a chorar mas logo entendeu que eu não fazia a mínima ideia de que estava gravida até aquele momento .
Ficar a saber de uma noticia destas assim desta maneira tão rápida e saber que já não havia volta a dar . Um segundo pode mudar a nossa vida inteira e isso é a maior verdade que já ouvi.
Sai da consulta sem saber o que fazer , completamente paralisada , como é que eu com apenas 18 anos ia conseguir cuidar de uma criança , ainda estou a estudar e não tenho uma vida sequer para ter uma criança. A primeira coisa que fiz quando sai do hospital foi ligar ao meu melhor amigo a chorar … Se não fosse ele naquele momento a ajudar-me e a dizer para me acalmar eu não sabia o que teria acontecido. A vida pregou-me uma bela partida, parece que todos sonhos foram por água abaixo e pedi, com toda a força mesmo não acreditando em Deus, uma segunda chance, que eu a partir de ali não ia falhar mais, eu não podia ter um filho agora !
Fui a um café , limpei a minha cara e fui para a escola como se nada tivesse acontecido ,naquelas pequenas horas consegui esquecer-me do que me estava a acontecer.
Quando cheguei a casa foi ai que me voltei a lembrar de que a minha vida ia mudar .
Afinal o que que eu sabia sobre criar um filho ? 
Eu queria ser designer de moda era o um sonho desde pequena, e agora vou ter de desistir dele. A cada pensamento que tinha só pensava que a minha vida ia acabar, mas agora não havia volta a dar. Fiquei a noite inteira a pensar como seria o meu futuro daqui em diante.

Na semana seguinte eu e o meu melhor amigo (a única pessoa que sabia da minha situação) fomos a minha primeira ecografia .
Deitei-me naquela cama e no momento em que olhei para o ecrã fiquei completamente apaixonada , já se conseguia ver perfeitamente as maozinhas e aqueles pezinhos tão pequeninos e de repente a medica diz-me que o meu bebe é uma menina , só sei que olhei para o meu melhor amigo com toda a felicidade do mundo, eu conseguia ver o brilho nos olhos dele de felicidade também , tive de me conter para não chorar de tão feliz estar. E ali estava eu deitada com um bebe no ventre.

A partir da ecografia , soube que tinha de contar a minha família sobre tudo , cada dia que passava ia ganhado um bocado de coragem. Ia sempre perguntando ao meu melhor amigo o que fazer e ele dava me sempre aquela força que é preciso para fazer tal coisa.
Um dia fui tomar café com o meu irmão mais velho e mostrei-lhe a ecografia e contei-lhe ,ele como é óbvio achava que eu estava a brincar com ele , e começou-se a rir , mas quando olhou para a minha cara percebeu que era verdade e apenas nos rimos os dois , como se aquilo fosse algo normal.
No dia seguinte finalmente ganhei aquela coragem e força para contar a minha mãe.
Eu não a queria magoar, nem me queria fazer de vitima ,a culpa foi minha e fui eu que errei . Chamei a minha mãe ao quarto e mostrei-lhe a ecografia , estava tão nervosa não conseguia parar de tremer. Quando ela olhou para a ecografia não estava a perceber o que era aquilo , e só lhe disse ”estou grávida, e não há nada a fazer” , olhei para ela e pedi desculpa a chorar compulsivamente só conseguia ver no olhar dela a desilusão.
Mas mesmo assim ela abraçou-me a chorar e disse-me que iria correr tudo bem , que ela nunca me iria virar as costas e que tudo se cria. A partir desse momento um peso enorme saiu-me das costas.
Eu e ela estive-mos a falar durante bastante tempo, e nessa noite a minha mãe ligou ao meu pai , eu estava no meu quarto mas consegui ouvir a conversa , como é óbvio o meu pai ficou desiludido comigo e acho que até um bocado zangado, eu a filha mais nova dele ia ter um bebé como e que ele ia aceitar isso ?…
No dia seguinte ligou-me, dei um enorme suspiro e atendi o telemóvel , só me lembro de o ouvir a chorar e falar-mos sem se perceber grande coisa, a cada lágrima eu só sentia medo e ficava a pensar se um dia ele me ia perdoar.

Pelos meu cálculos eu já devia de estar gravida de quase 4 meses e meio e por mais que eu não quisesse este filho , eu ficava todas as noites a imaginar de como ela ia ser , se vai ter olhos claros , olhos castanhos … Eram tantas as duvidas e tantas as coisas que me passavam pela cabeça.
Sabia que estava a passar pela maior transformação da minha vida, cheia de mudanças.
A minha barriga cada vez estava a crescer cada vez mais e no dia seguinte contei aos meus amigos lá na escola , ficaram todos de boca aberta e muitos não se acreditaram.
A partir desse momento sempre tive o apoio de todos eles e de toda a minha família.
A minha irmã mais nova estava encantada com a ideia de que ia ser tia e que ia haver mais uma menina na família .

As semanas iam passado , e quando achava que já estava finalmente mentalizada da minha situação , havia noites passadas em branco , afinal o que sei eu sobre ser mãe?
Mudar fraldas? Ficar noites sem dormir ? (As únicas noites que eu antes passava sem dormir era numa discoteca ) eu não sei absolutamente nada sobre cuidar de um bebe .
Eu ficava a fazer-me todo o tipo de perguntas , a pensar naquelas pequenas coisas que uma mãe tem de fazer.
Se essas pequenas coisas me falharam como mãe? Se eu não souber fazer tudo como deve de ser? Estava muito insegura e os enjoos durante a gravidez pareciam ser cada vez mais e não ajudam nada para pensar no meu futuro daqui em diante.
É uma grande batalha que tenho pela frente .

Pela primeira vez senti a minha filha a mexer foi uma sensação inexplicável , algo maravilhoso e só de pensar que tenho um ser humano a crescer cada dia dentro de mim é a coisa mais emocionante no mundo .Só conseguia imagina-lá nos meus braços .

Estou tão farta destes enjoos, de dores nas costas , insónias , náuseas , e todas as coisas que acontecem ao meu corpo durante a gravidez. Somos obrigadas a passar por cada coisa horrível. Mas acho que isto é o preço que vou ter de pagar até que a minha filha nasça. Ela cada dia se mexe mais … A verdade é que ela não me deixa dormir sequer de tanto se mexer , mas a emoção de saber que ela vai estar aqui dentro de algumas semanas é a melhor recompensa do mundo por tudo o que estou a passar agora.
Incrível como eu amo tanto a minha filha e nunca a vi, eu faria tudo por ela , quando digo tudo é tudo mesmo , ela ainda não nasceu e já me sinto tão protectora , não quero que ninguém a tire de mim , passo os dias a pensar como será o rosto dela. Acho que não há nada igual ao amor de mãe , ao amor que uma mãe consegue sentir por um filho sem nunca lhe ter tocado ou visto.

Cada dia que passa estou mais ansiosa para que a minha filha nasça , fico a olhar para aquelas roupas tão pequeninas e a imaginar como vais ficar nelas.
Sabem o que parecia um desastre no inicio acabou por ser a melhor coisa que a vida me podia dar , as melhores coisas da vida não são planeadas !
O segredo esta em nunca desistir ,embora tenha muitos momentos maus , momentos melhores virão daqui em diante .
Anda rápido filha esta toda a gente a tua espera !"
-
"Sempre ao receber uma mensagem, meu coração acelerava, pensando ser sua, mas nunca era, e, quando finalmente foi, ele não acelerava mais."
- Tarde demais. Bruno Valente. (via desmatado)